Instituto dos Pretos Novos no RJ

Instituto dos Pretos Novos no RJ

19/12/2019 0 Por Marcos Rogério
Foto extraída do site do Instituto dos Pretos Novos

Fonte Instituto dos Pretos Novos

Considerado o maior cemitério de escravos das Américas, era ali onde fica hoje o Instituto que eram enterrados os pretos novos, escravos recém-chegados da África que não aguentavam os maus tratos da viagem.

Hoje a casa funciona como centro de propagação da cultura negra no Rio para o resgate da história da cultura africana e oferece cursos e oficinas, além de uma biblioteca sobre a temática negra.

O sítio arqueológico foi descoberto em 1996, quando moradores reformavam a casa. Arqueólogos identificaram milhares de fragmentos de restos mortais de jovens, homens, mulheres e crianças, todos africanos recém-chegados.

É possível que tenham sido enterrados de 20 a 30 mil pessoas, embora nos registros oficiais esses números sejam menores, 6.122 entre 1824 e 1830.

Este relato revelado pela historiografia e trazido à luz pela Arqueologia, repleto de desrespeito e dor, ainda é desconhecido por muitos, pois não é contado em todas as escolas e nem sequer é mencionado nos livros de história que têm a escravidão como tema.

 

 

Onde: Rua Pedro Ernesto, 34 – Gamboa
Quando: Terça a sexta, das 13h às 18h. Para visitar aos sábados, domingos e feriados, é preciso agendar pelo telefone (21) 2516-7089.